Islândia – Golden Circle

  1. Introdução e planejamento
  2. Reykjavík e Blue Lagoon
  3. Golden Circle (Geysir, Gulfoss, e Þingvellir)
  4. Norte (Mývatn, Krafla, e Dettifoss) e Eastfjords
  5. Sul (Jökulsárlón, Vík, Skógafoss)
  6. Razões para voltar

O chamado Golden Circle (círculo dourado), é uma rota de aproximadamente 330km desde Reykjavik que conta com cerca de sete atrações turísticas: o Vale Haukadalur – chamado incorretamente apenas de Geysir, a cachoeira Gulfoss; o Parque Nacional Þingvellir, Kerið – um lago em uma cratera vulcânica; a Igreja Skálholt, a vila Hveragerði, e a estação geotérmica Nesjavellir. Os 3 primeiros destinos (em negrito acima e em azul no mapa abaixo) são os mais visitados (imperdíveis) e foram os que fizemos.

O principal do Golden Circle pode ser feito em um dia, nos dias super longos de verão eu incluiria Kerið no roteiro. e talvez seja possível visitar o círculo completo (as sete atrações) mas em um dia super intenso.

Geysir (Vale Haukadalur)

O Vale Haukadalur, é uma região geotérmica ativa onde estão vários geiseres. O local é normalmente (e incorretamente) chamado de Geysir que é o geiser mais famoso que deu nome a todos outros no mundo. O Grande Geysir (geysir em Islandês significa jorrar) lançava a água a até 80m de altura, porém hoje as erupções são infreqüentes e normalmente de pequena altura devido a obstrução de seu canal. Chegando na área dos vários geiseres, já começamos a ver a atividade:

Haukadalur

Litli Geysir e Geysir:

Strokkur é hoje o mais confiável dos geiseres com erupções que variam de 3 a 6 minutos. Os jatos chegam a até 30 metros de altura: é diversão e “uaus” garantidos :D! Mas não fique muito próximo pois a água é quente. Notamos que normalmente depois de uma jorrada mais fraca vinha uma mais forte, mas sinceramente não sei se o ciclo é confiável assim.

 

Gullfoss

Apenas 10Km depois dos geiseres está a Gullfoss (Cacheira Dourada). Nela, há ângulos incríveis para fotos inesquecíveis. Como estávamos no final do inverno, ainda havia muita neve e gelo, o que deixou a paisagem ainda mais interessante. Se você também gosta da banda Live, provavelmente já viu a Gullfoss no clip da bela músiva Heaven. Ela também esteve presente na capa do album Porcupine de Echo & the Bunnymen.

No centro turístico há souvenires e um restaurante. Conforme indicado no Lonely Planet, não deixe de provar a sopa de carneiro.

Lamb soup

De lá partem passeios de snowmobile (moto de neve) para o glaciar Langjökull (o segundo maior da Islândia) mas se a visibilidade não estiver boa não acredito que seja um bom investimento. O ideal é já marcar pelo hotel ou por agências, pois a procura é grande.

Þingvellir

Antes de chegarmos ao Þingvellir fizemos um pequeno desvio por uma  interessante estrada onde paramos em Hallvik para tirar umas fotos do belo lago Þingvallavatn.

Neste momento, você já deve ter notado a letra “þ”. Apesar de parecer mais com um “p” o som é como do “th” no inglês. O Islandês, que assim como o Inglês tem raíz germânica,  tem  têm outras consoantes interessantes (além das dificílimas regras gramaticais) e descende do nórdico antigo, a língua dos Vikings.

Voltando ao foco, o Parque Nacional Þingvellir, é um vale onde em 930 o primeiro parlamento do mundo foi fundado. Foi também o local onde foi em 1944 proclamada a independência depois de muitos séculos de dominação Noruega-Dinamarquesa.

Não bastasse o peso histórico do local, ele ainda fica mais interessante devido a geografia esculpida por ações tectônicas e vulcânicas. Aqui pode-se observar a Deriva Continental entre as placas tectônicas Norte-americana e Eurasiática. Algumas das “ranhuras” estão preenchidas por águas cristalinas onde as pessoas jogam moedas, e onde alguns loucos mais corajosos mergulham com cilindros.

Anúncios

17 respostas em “Islândia – Golden Circle

  1. Olá, que delícia de viagem estou curtindo junto lendo o blog, pretendo ir no final de março de 2013, que época do ano vc foi?
    Evelyn

  2. Olá, bom dia, tudo certo?

    Você acredita que é possível fazer a rota da king road, em 7 dias (6 noites), alugando um carro, com aproximadamente EUR 500? Já tenho a passagem aérea…Minha idéia é ficar em campings e economizar bastante com alimentação (comprar em supermercado, etc…). Minha preocupação é que gastos com combustível e com atrações seja muito alto.

    Obrigado!

      • Olá Carlos!

        Olha, fiz uma pesquisa rápida por preços de aluguel de carros, e somente o carro por 7 dias sairia mais de EUR500. Você está indo na alta temporada, acredito que você terá que rever seu orçamento para cima. Não quero desapontá-lo, mas a Islândia é dos países mais desenvolvidos do mundo (em termos de IDH e PIB per capita) e isto se reflete nos preços das coisas. Além disso, conforme eu expliquei na primeiro post da série, eles importam mutias coisas e lembro que a gasolina era bem cara lá, eu estimo pelo menos uns EUR100 para fazer a Ring Road.

        Mas veja, estou considerando que você pagaria tudo sozinho. Se tiver alguem para dividir as despesas (como foi o meu caso) fica mais leve no seu bolso.

  3. Caro Phil, parabéns pelo blog! Estou louco para conhecer a Islândia e o mais provável (e barato) é que eu faça o pacote mais ‘clássico’ vendido aqui no Brasil. Vou tentar o dia 4 de abril de 2014. Acha que dou sorte de ver a Aurora? Vc. conseguiu? Não estava frio demais na época que vc. foi? Abraços.

    • Olá Pavlos.
      Fui no final em Março e não vi, pois quando havia atividade infelizmente estava nublado e chuvoso. Abril já fica um pouco mais difícil mas talvez com sorte…

      Mas o país é tão belo que vale mesmo sem a Aurora.

      Abraço

  4. Ola…..Adorei o seu blog e acredito que possa ajudar-me
    Chegarei no próximo 15 de abril a Reykjavik e vc acha possível o roteiro abaixo
    15/04 – Chegada- Blue Lagoon
    16/04 Goldem Cicle
    – Vale Haukadalur
    – Gulfoss
    – Lago Þingvallavatn
    – Parque Þingvellir
    – Lago Kerið
    17/04 Ring Road –Parte I
    Akueyri _
    – Lago Myvátn
    – Cratera Viti
    – Cratera Hverfjall
    – Reykjahlíð – pernoite Hotel Reynihlið
    18/04 Ring Road –Parte II
    Dettifoss
    – Selfoss
    – Höfn – Pernoite
    19/04
    Jökulsárlón (Lagoa Glacial)
    – Skaftafell
    – Vik i Myrdal
    – Skógafoss
    – Pernoite – prox ao aeroporto
    20/04 – Partida
    Grata
    Nadia

      • Olá!
        A viagem foi incrível!!!
        Retornarei à Islândia em 16 agosto deste ano. Agora farei o Golden Circle completo (by car). No ano passado foi impossível, muitas partes da estrada ainda estavam fechadas devido a grande quantidade de neve.
        Retornarei dia 14 de setembro e postarei algumas fotos.
        Abraço
        Nadia

  5. Espetacular!!!! Estou indo pra Islandia em maio e seu blog é um dos melhores que ja li pelo mundo!!! MUITO obrigada, vai me ajudar MUITO na viagem!!!

  6. Phil!!
    Melhor blog o seu, parabéns pela eficiência, simplicidade e fluidez!! ADOROOO
    Achei por acaso, no viajenaviagem
    Estou indo com meu marido, chegaremos em 25/01, 23:35 hs. Tem transfer direto no aeroporto, ou será melhor já reservar? Vi que fica mais caro assim.
    Teremos 3 dias inteiros, o que vc sugere?
    Muito obrigada, agora sou sua fã 👏🏼

    • Marina, quando fui aluguei carro e fui direto para a Blue Lagoon do aeroporto. No seu caso eu entraria em contato com Hotel ou Guesthouse e perguntaria quais as melhores opções. Para 3 dias, acredito que vc deveria
      focar no “Golden Triangle”, Reykjavík e Blue Lagoon.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s