Islândia – Razões para voltar

  1. Introdução e planejamento
  2. Reykjavík e Blue Lagoon
  3. Golden Circle (Geysir, Gulfoss, e Þingvellir)
  4. Norte (Mývatn, Krafla, e Dettifoss) e Eastfjords
  5. Sul (Jökulsárlón, Vík, Skógafoss)
  6. Razões para voltar

Infelizmente, as mesmas nuvens que nos “atrapalharam” em algumas partes de nossa aventura Viking, também atrapalharam na observação da Aurora Boreal. Em dois dias a atividade estava intensa, mas o céu nublado, assim não foi desta vez :(.

Quer entender como ocorrem as Auroras? No excelente blog Gabriel Quer Viajar, há este post aqui com tudo explicado. O Gabriel também mostrou o encontro de dois fenômenos aqui. Tá com preguiça de ler (recomendo muito o blog dele)? O vídeo abaixo já dá uma explicada básica do fenômeno:

Mas com ou sem Aurora Boreal, há muito o que fazer. E claro, no verão o Sol da meia-noite é também uma experiência “exótica”.

O país do fogo e do gelo é um país completamente distinto no inverno e verão. As paisagens mudam completamente nos meses “quentes”, ficando verdes, as cachoeiras mais caudalosas e os acessos não tão complicados. Nestes meses mais quentes conseguiriamos chegar até alguns pontos como Landmannalaugar, ver as águas verdes azuladas das nas caldeiras de vulcões como o da região de Krafla ou Kerið.

Voltar para Jökülsárlon para ver a lagoa em um dia de céu azul. E depois de visitar a linda lagoa glacial, ir até Skaftafell para visitar as cavernas de cristal.

Se nada disto convenceu que a Islândia é um país para se visitar, talvez os tours 360 graus daqui seja o que estava faltando.

Finalmente, faltou o Runtur, ver uma ópera no Harpa (que estava ainda em construção), e refazer meu estoque de Skyr:

Skyr

Brincadeira, o Skyr eu consigo no Whole Foods aqui em Nova Iorque. 😉

Apesar da pequena população, a cena musical Islandesa é intensa e vai muito além da excepcional Björk. Recomendo Sigur Rós:

Mas a verdade é que vai além de Sigur Rós:

O vídeo acima é bem longo (30 minutos) se não tiver paciência o início e os últimos 5 minutos são os mais interessantes.

Um dia volto lá e arrasto a co-pilota! 😀

Valeu pela viagem Dr!

Anúncios

14 respostas em “Islândia – Razões para voltar

  1. Viajar para a Islândia, para mim, é um sonho que um dia irei realizar.. tomara que seja possível! Fiquei admirado com seu relato de viagem, suas fotos e narração, contribuiu mais ainda com minha vontade de ir para lá! Mas me diz uma coisa, é preciso aprender o idioma local ou somente com inglês dá para a gente se virar por lá? Me parece ser uma língua muito exótica…e outra pergunta, um tanto indiscreta: para fazer uma viagem como a que você fez, eu teria que desembolar em torno de quanto?
    Obrigado!

    • Olá Thiago, obrigado!

      Todas pessoas que tive contato falavam excelente inglês, nao se preocupe com isto.

      Quanto a grana é muito pessoal. Cote passagem aérea, hotel (ou apartamento como fizemos), e conte com pelo menos uns EUR50 por dia de refeição se nao for comer somente fast food (Subway, ou hot dogs), mas este valor pode mudar significativamente se vc quiser vinho, cerveja, etc. Deixei o link para a Blue lagoon inclua o preço, se for alugar um carro faca o mesmo e procure no Google o preço de combustível.Nao será uma viagem barata, pois é dos países mais desenvolvidos (em termos de IDH) do planeta.

      Abs

  2. Boa tarde!
    Eu adoro frio e quero muito conhecer Iceland, mas há muitas restrições para ir no inverno? Só tenho disponiilidade para viajar quando é inverno no hemisfério norte.
    Obrigada

    • Ana Luiza, depende do que você considera “toda Islândia”. Eu diria que em uma semana é possível visitar muitas coisas, mas se quiser ir nos lugares mais remotos precisará de mais tempo.

  3. Phil, parabens pelos posts da Islândia. São incriveis!!!
    Achei seu blog através do Viaje não Viagem, e gostei muito de tudo o que li. É difícil achar informação sobre a Islândia na web.
    Estou planejando uma viagem de 8 dias pelo país, sozinho. A princípio, gostaria de fazer a Ring Road em 5 dias e deixar os outros três para a capital e o golden circle. Sou fluente em inglês e já dirigi sozinho por países como Chile e USA. Vc acha muito arriscado fazer a Ring Road sozinho, mesmo com alguma experiência em viagens? Vou em julho,inicio do verão por lá, então acredito que não verei muitas estradas bloqueadas pela neve.
    pretendo fazer praticamente o mesmo roteiro Q o seu na Ring road, porém inicaindo pelo Sul, e contornando em sentido anti-horário. O que me diz?
    Abraço!

    • Obrigado Douglas.

      Seu tempo parece muito bom e eu não me preocuparia em estar sozinho neste período dado que não deve pegar neve. Havia sinal de celular em quase todos momentos que estivemos por lá.
      Quando ao sentido, acredito que não faça muita diferença, sinceramente não recordo o motivo de termos ido pelo sentido horário.
      Boa viagem

      • Bacana! Obrigado pela resposta.
        Você lembra se é fácil achar posto de gasolina ou melhor abastecer sempre que ver um?

  4. Ola! Phil!
    Islandia parece ser minha próxima aventura!
    Parabéns pelo excelente blog.
    Quero muito ver a Aurora Boreal, vc saberia dizer qual mês seria mais interessante entre os meses recomendados (set/mar)?
    Gostaria de conhecer o máximo possível para no máximo 10 dias.
    Penso que a questão de dirigir nestas condições de tempo no inverno, me inquieta um pouco, pois somos duas amigas, sendo que apenas eu dirijo. Há alguma alternativa no inverno para que possamos conhecer os lugares sem ter nos preocupar de ter correntes nas rodas ou mesmo ter que desviar de lugares por estradas bloqueadas?
    Achei o lugar que ficou em Reykjavik muito legal mesmo!
    Well, pode me dar uma ajudinha em montar este roteiro?
    Obrigada

    • Para ver a Aurora melhor planejar sua viagem para os meses que sejam mais proximos do inverno.
      Dirigir no inverno nao foi muito complicado nao, mas tivemos bastante cuidado e estavamos com um 4×4 e nao precisamos de correntes, nao fomos em nenhum lugar offroad no entanto.
      Com 10 dias voce tem condicoes de fazer uma viagem bastante bacana e conhecendo bastante de la’ sem se a correria que minha viagem foi 😀

  5. Oi, Philipp!

    Sempre fui muito curiosa sobre a Islândia, e há alguns anos fiz uma amiga que mora em uma fazenda em Höfn (creio que é leste?). Felizmente poderei visitá-la ano que vem, e estou tentando me planejar. Este é sem dúvida o melhor site que encontrei com informações e tudo mais, e gostaria de fazer mais uma perguntinha: quanto dinheiro você acha seguro levar e ter em poupança?
    E mais outra coisa: o que você acha que mais vale a pena visitar por lá?

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s