Orvieto, Bagnoregio, e Pitigliano

1) Orvieto

Distante apenas uma hora e meia de carro de Roma, Orvieto esta localizado em cima de um butte de tufo vulcânico (confesso que tive que pesquisar o que é isto :D) que deixa o cenário extremamente dramático. A cidade que é habitada desde a era Etrusca foi conquistada no terceiro século antes de Cristo pelos romanos que praticamente a destruíram. Já era controlada pelo vaticano mesmo antes de oficialmente estar sob controle papal e continuou sob tal controle até 1860 quando foi anexada a Itália no Risorgimento.

Sem nenhuma dúvida que o apogeu da visita a Orvieto é o Duomo. Dedicado à Virgem Maria, esta magnífica catedral levou quase 3 séculos para ser construída e assim teve seu estilo evoluindo de Romanesco para Gótico. O interior, que conta com trabalhos de Fra Angelico, Luca Signorelli e outros mestres, é sóbrio e contrasta com a fenomenal fachada dourara. Quando vi a fachada meu queixo caiu:

As fotos não fazem justiça, principalmente pelo fato de eu não estar com uma grande angular que pudesse registrar toda aquela beleza. Próximos à catedral estão vários museus, entre eles o Museo Archeologico Nazionale, o Palazzo Faina, o Museo dell’Opera del Duomo, entre outros. 

Compramos por EUR12.5 por pessoa a Carta Unica que dá acesso à várias atrações da cidade como a Capella della Madonna di San Brizio no Duomo, Torre del Moro, Pozzo della Cava, Pozzo di San Patrizio, a Necrópole Etrusca, e o passeio pela cidade subterrânea. Também dá direito à uma viagem ida-e-volta de Funicolar + minibus.

Um dia inteiro é o mínimo para conhecer Orvieto direito, e, acredito que um bate-e-volta de Roma apesar de factível não deixará o viajante aproveitar tudo que a cidade tem para oferecer.

La Badia di Orvieto foi nossa base nas duas noites que ficamos na região. Apesar do preço um pouco salgado, ficar no hotel que era um mosteiro foi uma experiência excelente, com ótimo café da manhã e funcionários muito atenciosos, porém, não recomendamos o restaurante de lá pois achamos “overpriced”. Mas Orvieto conta com diversas possibilidades de hospedagem que cabem em vários bolsos.

Comemos no Trattoria La Palomba e gostamos muito das massas: provamos Umbricelli acompanhado de um clássico de Orvieto. Jantamos no Vinosus que tem carta de vinho interessante e pratos bons, porém garçons muito pretenciosos (talvez demos azar).

2) Civita di Bagnoregio

Da próxima vez que alguém perguntar qual o destino mais surpreendente que eu já estive eu não tenho dúvida de qual foi. “Il paese che muore” traduzido livremente para “o vilarejo que morre” é uma cidade situada no vale do rio Tibre em cima de um planalto de tufo (assim como Orvieto e abaixo Pitigliano) que vem aos poucos perdendo as bordas.

Preparem os babadores:

Com pouco tempo, basta chegar próximo à ponte de acesso que já terá fotos memoráveis, mas tendo algumas horas disponíveis, andar pelo centro da vila é uma delícia. Dica: chegue antes das ordas de turistas que a linda vila será quase que particular.

No ponto extremo da vila, há um jardim de onde pode-se ver o vale do rio Tibre.

Se os nossos amigos turistas deixarem ainda dá tempo para uma foto panorâmica:

Civita di Bagnoregio

Civita di Bagnoregio

Mas difícil será dar as cotas para tanta beleza, você irá andar de costas um pouco para se despedir. Mais uma foto:

Civita di Bagnoregio

Civita di Bagnoregio

 

 

 

3) Montefiascone

Fizemos uma parada estratégica em Montefiascone para comermos umas frutas e aguentarmos para um almoço mais tarde em Pitigliano. Do alto da bela cidade situada em Lazio, há vistas espetaculares do Lago Bolsena que é um lago de cratera.

 

4) Pitigliano

No sul da Toscana, Pitigliano também está situada em um planalto de tufo e também é habitada desde os Etruscos.

Pitigliano

Pitigliano

Nos “perdemos” pelas fabulosas vielas de Pitigliano e andamos pela pequena Jerusalém. E claro vimos e entremos nas lojas de produtos regionais como vinhos, cogumelos, embutidos de Cinghiali, etc.

Comemos no Il Tufo Allegro, onde depois de conversarmos com a dona fomos convidados a conhecer os andares mais baixos do restaurante onde estão os depósitos e a adega, tudo na cidade subterrânea. Nos disseram que assim como em Orvieto, a cidade subterrânea foi utilizada por moradores como abrigo durante a segunda guerra, felizmente nenhuma das duas cidades foi bombardeada.

Indo para Saturnia há um mirante de onde pode-se tirar fotos excelentes da cidade, principalmente na “golden hour“.

Pitigliano

5) Saturnia

Não havíamos programado, mas como “sobrou” algum tempo resolvemos ir até Saturnia para conhecer a Cascate del Gorello que tem águas de fontes termais. É uma farofada só, mas ficamos arrependidos de não estarmos com nossos trajes de banho :(.

Fizemos Orvieto em um dia completo e o resto em mais um dia. São cerca de 185Km de estrada que são muitas vezes muito sinuosas e que inevitavelmente convida para paradas técnicas – leia-se paradas estratégicas para fotografias. Acredito que três dias seriam o ideal para fazer com mais calma e interagir mais com as pessoas locais, disfrutar de tudo com mais calma.

Nossa aventura pela Toscana e Úmbria:

1) OrvietoBagnoregioPitigliano e região. Aqui

2) SienaAqui

3) Montepulciano, e o Val D’OrciaAqui

4) San Gimignano e MonteriggioniAqui

5) Assis e SpelloAqui

6) TodiTorgianoBevagna e MontefalcoAqui

7) GubbioAqui

8) MonterchiAnghiariSansepolcroCittà di Castello e MontoneAqui

9) FontignanoTavernellePanicalePaciano – a rota de PeruginoAqui

10) PerugiaAqui

Anúncios

2 respostas em “Orvieto, Bagnoregio, e Pitigliano

  1. Olá. Gostaria de saber se há algum meio de realizar alguns desses trajetos por meio de transporte público. Queria muito conhecer a região da Úmbria, mas não estarei de carro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s