Montepulciano e o Val D’Orcia

Inspirado nesta obra prima aqui, havíamos reservado um dos dias para visitarmos o Val d’Orcia uma das mais belas regioes da Toscana.

Estávamos hospedados no Hotel Athena que fica convenientemente situado junto às muralhas de Siena, o que facilita deixar o carro no hotel e explorar Siena à pé, e pegar o carro para fazer os passeios pela Toscana. Da próxima vez, certamente incluiremos a Crete Senesi.

Na saída de Siena, na segunda feira 8 de Outubro, estava muito nublado e passaríamos rapidamente em San Quirico d’Orcia (se pronuncia cuírico) onde um casal de amigos estava hospedado. Os pegamos e fomos diretamente para Pienza, pois a idéia era chegar antes das ordas de turistas.

Pienza:

A famosa Pienza dispensa grandes apresentações desde 1996 quando foi declarada patrimônio mundial da Unesco. Como é bem compacta em 1 ou 2 horas é possível ver todos os pontos de interesse como o Duomo, o Palazzo Piccolomini, e suas ruas. Porém, na terra do queijo de ovelha – o famoso Pecorino di Pienza – é inevitável: você vai gastar um tempo comprando algumas delícias toscanas.

Como Pienza está localizada no topo de um morro, as vistas do Val d’Orcia são privilegiadas:

E não se surpreenda, por esta região da Toscana, será impossível não avistar bicicletas ou ciclistas.

E apesar de talvez alguns considerarem um pouco clichê, será impossível não tirar fotos dos nomes das ruas:

Depois de cerca de 2 horas em Pienza, fomos para Montepulciano, e como já previamos, o passeio por estas estradas seria inesquecível: para melhorar estávamos com um conversível :D!

 

Montepulciano:

Situada entre o Val d’Orcia e o Val di Chiana, Montepulciano é grande produtora de comidas e vinhos, entre eles um dos melhores da Itália o Vino Nobile de Montepulciano. A parte medieval e renascentista da cidade está dramaticamente situada no alto de um morro, preparo físico é importante para conhecer esta região e tente estacionar o carro no estacionamento mais próximo possível do centro.

Ja na parte baixa da cidade está a belíssima igreja Madonna di San Biagio que certamente merece ser visitada.

E de Montepulciano seguimos para Monticchiello, mas antes vimos futuros “Vini Nobile”.

Monticchiello:

Sabe aquelas estradas cheias de ciprestes que vem em nossa mente quando ouvimos a palavra Toscana? As que estão próximas de Monticchiello são provavelmente das mais belas.

O vilarejo medieval é tão pequeno que nem página no wikipedia ainda tem, mas nem por isso não merece uma visita, muito pelo contrário, ela é muito, mas muito bela mesmo!

Em Outubro as oliveiras estavam bem cheias, e em todo canto haviam ciclistas.

Montalcino:

Chegando em Montalcino começamos a ver muitas parreiras. Queríamos comprar uns vinhos e possivelmente visitar algum produtor do famos Brunello, porém não havíamos programado nada (o outro casal voltaría depois para Montalcino apenas para isto) e queríamos também conhecer a cidade. A vindima já havia ocorrido, no entanto no nosso caminho e já próximo à cidade (outra cidade que fica no topo de uma colina) vimos umas parreiras que ainda tinham algumas poucas uvas:

Do outro lado da estrada vimos um senhor trabalhando em uma pequena horta e resolvi perguntar com meu italiano limitado onde podíamos visitar uma vinícola e provar alguns vinhos. Demos sorte havíamos parado na Azienda Verbena (fazenda Verbena)! Aquela era uma “pequena” vinícola e o próprio dono/produtor – aquele simpático senhor italiano que estava trabalhando – nos serviu os vinhos, contou um pouco sobre a família e para onde exportam o vinho (nada para o Brasil segundo eles) e que a fazenda conta com apartamentos para os que quiserem ficar por lá. O Brunello Riserva 2006 que provamos (e compramos) é excelente e apenas 4500 garrafas foram produzidas! Na próxima visita à região precisamos planejar para irmos na vindima.

Montalcino é mais uma belíssima cidade do Val d’Orcia. Desde 1997 no primeiro domingo de Outubro, pessoas do mundo todo se encontram para celebrar o ciclismo em um projeto realizado para salvaguardar as estradas de cascalho branco da Toscana. O percurso de 200Km da L’Eroica passa todos os anos por Montalcino, e havia sido um dia antes de nossa visita à região. O interessante é que todos participantes devem utilizar bicicletas construídas antes de 1987, é uma prova Vintage! Esta na minha “wish list” de provas de bicicletas a participar, junto com o L’Étape du Tour,  a Maratona dles Dolomites, entre outras (farei um post sobre provas de ciclismo no futuro).

Estacionamos o carro próximo à igreja de Nossa Senhora do Socorro (Chiesa della Madonna del Soccorso), de onde há um mirante que pode-se observar as linda paisagens da Toscana. Seguimos pela Via Spagni em direção ao Palazzo Comunale e a Fortezza di Montalcino.

Do alto da Fortezza, pode-se apreciar a linda cidade!

Na saída de Montalcino, paramos em uma loja de vinhos onde fizemos a festa! Paramos também em um supermercado para comprar nossa janta: queijo, pão, crudo, enfim um piquenique.

A última parada já ao anoitecer foi em San Quirico d’Orcia, onde fizemos o nosso jantar.

Os italianos que passavam olhavam um pouco incrédulos que estávamos fazendo um piquenique em espaço público e somente quando voltei para Nova Iorque acredito que entendi o motivo: desde outubro de 2012 o prefeito de Roma aprovou uma lei que proíbe comer sentado em algum monumento. Turistas podem andar comendo mas não podem mais fazer o piquenique em lugares públicos. Não sei se isto é pela Itália toda, mas vale estar atendo, o sanduíche de EUR5 pode sair bem caro na cidade eterna!

Foi um dia especial, porém intenso e que não deu para fazer algumas coisas como visitar a Abadia de Sant’Antimo para assistir canto gregoriano. Nosso percurso foi de cerca de 170Km, e apesar de parecer uma distância curta para um “day trip”, as estradas são pequenas e não vale a pena fazer na correria.

Mesmo otimizando a distância, (indo de Siena para Montepulciano e voltando por Montalcino) seriam 150Km, mas sinceramente ir para esta região e não almoçar e jantar com um bom vinho é quase que um pecado. Numa próxima visita, tentaria ficar pelo menos 3 dias na região.

Nossa aventura pela Toscana e Úmbria:

1) OrvietoBagnoregioPitigliano e região. Aqui

2) SienaAqui

3) Montepulciano, e o Val D’OrciaAqui

4) San Gimignano e MonteriggioniAqui

5) Assis e SpelloAqui

6) TodiTorgianoBevagna e MontefalcoAqui

7) GubbioAqui

8) MonterchiAnghiariSansepolcroCittà di Castello e MontoneAqui

9) FontignanoTavernellePanicalePaciano – a rota de PeruginoAqui

10) PerugiaAqui

Anúncios

6 respostas em “Montepulciano e o Val D’Orcia

    • Oi Philipp,
      Fiquei super feliz em ver seus comentários tao detalhados sobre a Toscana neste momento que eu e meu marido vamos viajar…agora em outubro Roma Florença e depois desceremos de carroem direção a Siena.Duvida melhor fixar base em Siena pra conhecer Vale D’Orcia?ou fixar Montepulciano ou em Montalcino e ficar 2 noites a 3 imersos la? Tem lei seca la? Da pra curtir as viniculas almoçar tomar um vinhozinho e depois dirigir tranquilo? Não tem fiscalização? Muuuito obrigada
      Denise e Fabio do RJ

      • Olá Denise

        Nós fixamos base em Siena pois nossa idéia era ficar em uma cidade que tivesse vida à noite (somos urbanos) e que pudéssemos também visitar as cidades menores de dia. Mas havíamos também cogitado a possibilidade de ficar no Val D’Orcia e sair depois. Achei melhor ficar em Siena pois há várias opções de restaurantes e quando queria abusar um pouco do vinho ia à pé para o hotel. Mas sinceramente qualquer opções é boa!

        Quanto a fiscalização, o que posso dizer é que bebi vinho em absolutamente todas refeições, porém moderadamente e como andamos muito (como pode ver pelo relato) queimava logo, não sei dizer se há ou não fiscalização. Se quiser realmente ficar descansada, fiquem em uma vinícula, há desde as menores como a Verbena que visitamos às maiores como a Castello Banfi.

        Boa Viagem!

  1. Como sempre adorei a descrição dos vossos passeios em Itália, como não posso viajar para todos os locais que gostaria vou vendo as tuas descrições que estão muito “apetitosas”. Um grande beijinho para ti e Liene. Tina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s