Maldivas

1 – Planejamento e dicas
2 – Conrad Maldives Rangali Island
3 – Mergulhos e Snorkeling
4 – Taj Exotica Resort & Spa

Um país insular localizado no oceano Índico, as Maldivas são milhares de pequenas ilhas. O destino estava  bem no alto de nossa “bucket list”, principalmente por conta das mudanças climáticas que nosso planeta azul vem sofrendo. Se a previsão de alguns especialistas estiverem corretas, em 2100 o nível médio do mar irá subir cerca de 1 metro ,e o país que está em média apenas 1 metro e meio acima do nível do mar terá impacto enorme!

O outro grande catalisador de nossa viagem foi a terrível desvalorização que o programa de pontos da rede Hilton sofreu. Eu estava há algum tempo “economizando” os pontos do programa (viagens a trabalho em hotéis da rede e pontos por cartões de crédito) para utilizá-los em alguma oportunidade. Assim logo antes da desvalorização utilizei basicamente todos os pontos que tínhamos para a principal parte de nossa hospedagem.

Com sorte e paciência, conseguimos também as passagens aéreas com milhas da United e da American Airlines. O problema no entanto, é que ficamos com um roteiro maluco:

JFK-MLE

Na ida, tivemos 5 horas de escala em Viena e mais 7 em Istanbul e contra todas recomendações aproveitamos para rever algumas atrações de ambas as cidades (estávamos somente com pequenas mochilas nas costas). Os vôos foram com a Austrian e com a Turkish Airlines ambas servidas pela Do&Co, um dos melhores serviço de “catering” nos céus.

MLE-CMB-HKG-JFK

A volta foi ainda mais complicada com 3 paradas. Fomos com a Emirates de Malé (capital das Maldivas) a Colombo (capital do Sri Lanka, antigo Ceilão), onde tivemos cerca de 6 horas para conhecer alguns pontos principais da cidade. A Cathay Pacific foi empresa que nos levou então para casa passando por Singapura e Hong Kong, mas nestas duas últimas escalas não saímos do aeroporto.

DSC08480 DSC08482

Como tínhamos pontos para 5 noites de hospedagem no Conrad Maldives Rangali Island, precisamos pesquisar o que faríamos por lá e a principal fonte de informações para o Conrad foi este forum do Flyertalk com várias sugestões de qual quarto pedir, upgrades e atividades que nos ajudaram muito. Precisávamos preencher uma última noite (a sexta de nossa visita ao paraíso) com uma noite paga para coincidir com os vôos que havíamos conseguido por milhas e depois de muito pensar, resolvemos passar uma noite no Taj Exótica Resort & Spa.

Chega-se aos resorts próximos ao aeroporto de Malé de lancha. Para alguns deles como o Taj Exotica, o transfer leva somente 15 minutos, outros um pouco mais. Uma lista com os resorts próximos a Malé com overwater bungalow está aqui e mesmo estando próximos ao aeroporto o transfer é relativamente caro custando ao menos USD75 por pessoa. Para os resorts mais afastados é necessário pegar um hidroavião e em alguns casos avião mais lancha como em resorts bem mais afastados como o Park Hyatt Maldives Hadahaa.

20140223_133219 DSC08489

Preços de atividades e de alimentação são caríssimos e quanto mais alto o nível do resort e mais remoto ele é os preços ficam ainda mais salgados. Cervejas e drinks não saíam por menos de USD15 e um sandwich ficava mais de USD30 com taxas incluídas.

Não tivemos tempo para conhecer a capital Malé, onde pouco mais de 100mil habitantes vivem “espremidos” em uma ilha enquanto que o aeroporto internacional está em uma ilha bastante próxima. Por não termos conhecido a capital, não tivemos contato direto com a cultura local (nos resorts fazem danças, etc, mas é para turista ver) e mesmo que tivéssemos ido para Malé eu não esperaria muito não, vejo as Maldivas como uma viagem paradisíaca para descansar, mergulhar e namorar. Para os mergulhadores que curtem um liveaboard há várias opções por lá também.

Dicas para escolher o resort:

Nós não tivemos muita escolha (tirando uma noite), mas depois de experimentar 2 resorts, minhas recomendações são:

1) Gosta de mergulho ou snorkeling, escolha um resort que tenha um bom “house reef”. Nestes basta por máscara, snorkel e pés de pato para já interagir com vida marinha abundante (moréias, peixes diversos, arraias e até mesmo pequenos tubarões).

2) Nos resorts próximos a Malé, será inevitável de tempos em tempos não ouvir os aviões de grande porte transitando pelo aeroporto internacional. Se quer tranquilidade quanto mais afastado do aeroporto internacional a sua ilha melhor.

3) Fique pelo menos uma noite num “Overwater Bungalow” pois é realmente uma experiência única, e não planeje muitas atividades (mergulhos, massagem, passeios de barco para ver golfinhos, etc) quando estiver no overwater bungalow para curti-lo.

4) Há resorts com planos “All Inclusive”, mas os preços devem ser também salgados.

Praia Conrad

5) Há resorts que são mais voltados para famílias e outros que são mais para casais em lua de mel. Uma lista que encontrei para famílias está aqui, para os “honeymooners” aqui. Mas atenção a estas listas e rankings, eu mesmo achei o Conrad perfeito para uma lua de mel e o Taj perfeito para famílias.

6) Cada ilha tem somente um resort assim sua experiência será limitada ao mesmo, escolha um que tenha as atividades e características que procura.

7) Outras ótimas fontes de informação geral que encontrei aqui e aqui.

Para os que tem interesse/curiosidade em mergulho, recomendo muito a certificação de mergulho antes de uma visita às Maldivas. Eu fiz toda parte teórica e os mergulhos confinados (na piscina) antes e fiz a parte “open water” (4 mergulhos) lá. Foi minha primeira experiência mergulhando e foi fenomenal, encontrando raias manta, tubarões, tartarugas, peixes-palhaço (o nemo), peixe-leão, etc. Fizemos até um snorkeling com tubarões baleias! O problema é que a primeira experiência foi num dos melhores lugares de mergulho do mundo, assim terei que ajustar as expectativas em alguns lugares.

Mergulho

É um destino que é difícil de ser econômico, mesmo tendo emitindo a passagem por milhas e a maior parte da estadia por pontos ainda assim a conta foi relativamente salgada, não é um destino “mochileiro”, mas que vale o esforço!

 Conrad Conrad

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s